Quer continuar a rir ou ter pedra nos rins?

10/03/2018

Cálculo renal, ou como popularmente é conhecida Pedra nos rins, é uma problema de saúde que afeta grande parte da população brasileira. São pequenas pedras endurecidas que se formam no sistema de filtração do nosso corpo, utilizado para a filtração do sangue e outras vias como o ureter que transporta a urina até a bexiga. Quando essa via é obstruída, o organismo tenta se livrar dessa ''pequena'' irritação, causando assim as famosas dores.

As causas:

''As causas das pedras nos rins, também conhecidas como cálculos renais, podem estar relacionadas a pouca ingestão de líquidos, alimentação, fator genético e pode ser agravada devido algumas doenças. Assim, algumas das causas das pedras nos rins incluem:

  • Cálculo renal de cálcio: de origem hereditária e deve ser tratado com uma alimentação com baixo teor de sódio e de proteínas, e recomenda-se tomar diuréticos. O tratamento pode ser feito através da diminuição do consumo de alimentos ricos em oxalato e em gorduras, toma de um suplemento de cálcio para facilitar a fixação do oxalato no intestino.
  • Cálculo renal de ácido úrico: pode ser causado pelo consumo excessivo de alimentos ricos em proteínas que geram aumento do ácido úrico na corrente sanguínea. Neste caso o tratamento pode ser feito com a toma de alopurinol e com uma dieta com baixo teor de purina.
  • Cálculo renal de cistina: de origem hereditária, pode ser tratado com quantidades macicas de líquidos, álcalis e D-penicilamina, quando necessário.
  • Cálculo renal de estruvita: pode ser causado devido a uma complicação de uma infecção no sistema urinário. Seu tratamento pode ser feito através da toma de antibióticos e cirurgia para retirada dos cálculos, pois tendem a ser grandes.''


  • Retirado do site: https://www.tuasaude.com/pedra-nos-rins/

A prevenção

'''A dieta é um fator preponderante no controle do problema. Para evitar a cristalização dos sais, o organismo precisa de água, portanto uma das primeiras regras é tomar bastante líquido. Uma maneira de checar se a quantidade é suficiente é atentar para a cor do xixi, que deve ser clarinho - se estiver amarelado, significa que está muito concentrado e pode propiciar a formação das pedras.

Maneirar no sal, nos embutidos (como linguiça, salsicha e salame), enlatados e macarrões instantâneos é outra medida aconselhada. Alimentos com alto teor de oxalato (espinafre, nozes, pimenta e chá preto, por exemplo) também exigem moderação, quando já existe propensão a pedras desse tipo. Pessoas com alta concentração de ácido úrico no sangue devem ainda reduzir a ingestão de cerveja, carne vermelha e frutos do mar, uma vez que eles elevam ainda mais as taxas.

Alguns especialistas recomendam ainda cuidado com os suplementos de cálcio. O mineral é importante para o organismo, mas a suplementação só pode ser feita com recomendação médica. Do contrário, a sobrecarga pode resultar no problema renal.''

Retirado do site: https://saude.abril.com.br/medicina/pedras-nos-rins-causas-sintomas-e-tratamentos/

O cuidado com a saúde é de estrema importância, por isso a MBS Purificadores está sempre pensando em você, beba água filtrada da Soft by Everest.

Água é vida e aqui cuidamos dela para você!